[ editar artigo]

Panorama do Mercado Financeiro - 5 de Maio de 2021

Panorama do Mercado Financeiro - 5 de Maio de 2021

Bom dia!

O Ibovespa fechou a terça-feira em queda, com as ações do setor bancário registrando o pior desempenho do dia. O grande destaque negativo foram os papéis do Itaú Unibanco, que caíram 4,27%. A grande queda se deu em virtude do balanço de "pouca qualidade" divulgado na noite anterior, o que gerou falta de apetite nos investidores. No cenário político, o depoimento do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, fez com que os investidores tomassem posições mais cautelosas no mercado. Diante deste cenário, o índice brasileiro fechou com queda de 1,26%, cotado a 117.712 pontos.

O impacto da CPI da Covid também chegou ao dólar. Os investidores internos, preocupados com a possibilidade de uma maior exposição do presidente Jair Bolsonaro no inquérito que discute os principais problemas da gestão do coronavírus no país, procuram a divisa norte-americana como "porto seguro" de seus investimentos. Assim, dólar fechou o pregão em alta de 0,22%, vendido a R$ 5,4311.

O mercado americano fechou em queda, com as empresas de tecnologia puxando os índices para baixo, principalmente S&P 500 e Nasdaq. O movimento de liquidação das techs se dá principalmente pela percepção dos investidores de que a retomada da economia irá dar impulso para outros setores, mais dependentes da retomada da economia e que estão atrasados em comparação com o setor tecnológico. O temor de que o Fed aumente os juros também impacta o mercado americano, tendo em vista que esse aumento prejudica o crescimento de diversos setores da economia. Com isso, o índice S&P 500 fechou em queda de 0,66% e o Nasdaq caiu 1,88%. O índice Dow Jones, menos impactados pelas techs, teve leve alta de 0,06%.

Na Europa, as bolsas fecharam em queda, acompanhando Nova York. No continente, o setor de tecnologia também foi o principal destaque negativo do dia. Após alcançarem suas máximas históricas, um misto de realização de lucros e de realocação para outros setores da economia fez com que os papéis caíssem forte no pregão. Com isso, a bolsa de Frankfurt registrou forte queda de 2,49%, Londres caiu 0,67%, Paris fechou com queda de 0,89%, Madrid perdeu 0,71% e Lisboa perdeu 1,67%.

No calendário econômico de hoje, temos a divulgação da produção industrial como principal indicador do dia. Além disso, o Comitê de Política Monetária divulga hoje, após o fechamento do pregão, a decisão da taxa de juros Selic, com a expectativa de anunciar mais uma alta de 0,75% na taxa básica da economia brasileira. Nos Estados Unidos, a divulgação da variação de empregos privados, do PMI composto de abril e dos estoques de petróleo bruto. Na Zona do Euro, a divulgação do PMI de serviços alemão e do PMI composto e do setor de serviços da Zona do Euro são as principais notícias do dia.

Agora pela manhã, o índice futuro do S&P opera em alta de 0,35%. No mercado europeu, as bolsas em alta, recuperando as perdas de ontem. A bolsa de Frankfurt sobe 1,39%, Londres opera com alta de 1,17%, Madrid sobe 1,19% e Lisboa tem alta de 0,93%.

Investy Academy
Ler conteúdo completo
Indicados para você