[ editar artigo]

Panorama do Mercado Financeiro - 30 de Março de 2021

Panorama do Mercado Financeiro - 30 de Março de 2021

Bom dia!

O Ibovespa iniciou a semana em alta, com a Vale sendo o principal destaque positivo da bolsa brasileira. Com o preço do minério de ferro subindo no mundo, a mineradora brasileira foi o destaque, carregando o índice brasileiro para o positivo, apesar de toda a preocupação fiscal dos investidores, além do quadro cada vez mais grave de coronavírus no país. Além da Vale, as empresas brasileiras com exposição à receita em dólar fecharam em alta no dia, com o dólar também subindo. Com isso, o Ibovespa fechou o primeiro pregão da semana com alta de 0,43%, a 115.272 pontos.
O dólar fechou o pregão também em alta nesta segunda-feira. Após uma manhã extremamente a volátil (com a divisa batendo a casa dos R$ 5,80), a divisa amenizou a alta na parte da tarde. O cenário para a divisa se mostra preocupante, com os riscos fiscais brasileiros influenciando diretamente o preço do dólar. A desorganização do governo, com o anúncio de troca em seis ministérios, gera instabilidade nos mercados e faz com que os investidores corram para a segurança do dólar. Com esse cenário de incertezas, o dólar fechou vendido a R$ 5,7663, uma alta de 0,44%.
As bolsas em Nova York fecharam sem direção única nesta segunda-feira. As ações do setor financeiro foram prejudicadas com a desvalorização das ações do Credit Suisse, após perdas significativas do fundo Archegos Capital, uma chamada de margem do fundo gerou medo no setor financeiro. Além disso, a tendência de alta das Treasuries também influencia o mercado, pesando principalmente nas ações do setor de tecnologia. Do lado positivo, ainda pesam sobre o mercado o avanço rápido da vacinação nos Estados Unidos anima os investidores de que a retomada está próxima. O índice Dow Jones renovou sua máxima história e fechou com alta de 0,30%. Já os índices S&P 500 e Nasdaq fecharam no campo negativo, caindo 0,09% e 0,60%, respectivamente.
As bolsas europeias fecharam também sem direção única nessa segunda-feira, ainda repercutindo o pronunciamento de Joe Biden de sexta-feira, que prometeu um novo plano de infraestrutura para retomar a economia americana e, consequentemente, levantar a economia mundial. O problema do Credit Suisse também afetou o setor bancário do continente, que ficou em estado de alerta durante todo o pregão. No campo positivo, destaque para a bolsa de Frankfurt com alta de 0,47% e para Paris com alta de 0,45%. No lado negativo, a Bolsa de Londres e Madrid, que fecharam com a mesma queda de 0,07%.
No calendário econômico dessa terça-feira, a agenda brasileira está vazia, restando ao investidor ficar de olho na agenda oculta do país. Nos Estados Unidos, a divulgação do índice de confiança do consumidor e dos estoques de petróleo bruto são as principais notícias do dia. Na Europa, a divulgação do IPC da Alemanha é a única notícia no radar dos investidores. 
Agora pela manhã, o índice futuro do S&P 500 opera em queda de 0,33%. Na Europa, as bolsas operam no campo positivo. Destaque para Frankfurt que opera com alta de 0,65%, Paris com alta de 0,60% e Londres operando com alta de 0,10%.

Investy Academy
Ler conteúdo completo
Indicados para você