[ editar artigo]

Panorama do Mercado Financeiro - 29 de Março de 2021

Panorama do Mercado Financeiro - 29 de Março de 2021

Bom dia!

O Ibovespa fechou o pregão de sexta-feira no campo positivo, mas sem forças para reverter o sinal negativo acumulado da semana, onde os receios com o aumento do número de casos e mortes do coronavírus no país assustaram os investidores. O Brasil atingiu o número de 300mil mortos pela doença. Especialistas dos mais diversos setores cobram medidas de maior impacto por parte do governo federal e uma aceleração no ritmo de vacinação. No pregão de sexta-feira, a subida do índice se deu principalmente pela notícia de que o Instituto Butantã irá produzir sua vacina exclusiva. Assim, o índice fechou com alta de 0,91%, a 114.780 pontos. Na semana, o índice apresentou queda de 1,24%, porém no mês acumula alta de 4,31%.
Em um dia de grande volatilidade, o dólar fechou em alta nessa sexta-feira. No campo externo, o aumento novamente da rentabilidade dos títulos de dívida do Tesouro Americano faz com que o dólar seja procurado para o câmbio. No Brasil, as manobras fiscais e a possibilidade de o novo auxílio emergencial ser do mesmo valor do anterior faz com que os mercados fiquem atentos ao possível rombo fiscal que está parecendo cada vez mais iminente na economia brasileira. Diante de tantas incertezas, o dólar fechou com alta de 1,25%, vendido a R$ 5,7413.
As bolsas de Nova York fecharam o pregão em alta, com o otimismo dos investidores com o cenário econômico puxando os mercados. A nova meta de vacinação anunciada pelo presidente Joe Biden fez com que os investidores retomassem o apetite a risco. Além disso, o anúncio do Fed de algumas mudanças em regras para o setor bancário fez com que o setor disparasse na alta. O pregão também teve a alta do rendimento das Treasuries, mas elas não foram capazes de tirar o ânimo dos investidores. O índice Dow Jones fechou com alta de 1,39%, o S&P 500 renovou sua máxima histórica e fechou com alta de 1,66% e o índice Nasdad subiu 1,24%.
O mercado acionário europeu também fechou no campo positivo, com o foco na retomada da economia e em indicadores positivos divulgados na sexta-feira como principais drivers do dia. Os índices de confiança do consumidor divulgados no continente vieram acima do consenso do mercado, o que animaram os investidores. Além disso, os números de vendas do varejo também surpreenderam. Mesmo com a preocupação com a terceira onda do coronavírus no continente, os investidores agora olham para o lado meio cheio do copo e se enchem de otimismo, com a vacinação ganhando ritmo e os indicadores cada vez mais positivos. Sendo assim, o índice de Londres fechou com alta de 0,99%, Frankfurt subiu 0,87%, Paris ganhou 0,61% e Milão fechou com alta de 0,72%.
No calendário econômico de hoje, temos a divulgação do Boletim Focus com as principais projeções do mercado para a economia brasileira. Nos Estados Unidos, não temos notícias relevantes marcadas. Na Europa, a agenda também está vazia.
Agora pela manhã, o índice futuro S&P 500 começa a semana em queda de 0,29%. Na Europa, os mercados iniciam a semana em alta. Destaque para a Frankfurt que opera com alta de 0,55% e Lisboa, operando com 0,49% de alta.
 

Investy Academy
Ler conteúdo completo
Indicados para você