[ editar artigo]

Panorama do Mercado Financeiro - 26 de Maio de 2021

Panorama do Mercado Financeiro - 26 de Maio de 2021

Bom dia!

O Ibovespa fechou o pregão desta terça-feira em queda, sem força suficiente para se aproximar de sua máxima histórica e acompanhando o cenário pessimista de Nova York. No começo do pregão, o índice se aproximou dos 125mil pontos, porém a falta de notícias positivas e o anúncio da renúncia de José Maurício Pereira Coelho da presidência da Previ (caixa de previdência do Banco do Brasil) fizeram com que o mercado recuasse e voltasse ao patamar dos 122mil pontos. O índice brasileiro fechou a 122.979 pontos, uma queda de 0,85%.

O dólar encerrou o dia em leve alta perante o Real, após passar boa parte da manhã em queda. O cenário externo foi o grande destaque do dia, com o mercado americano repercutindo o atual pessimismo dos investidores com relação à inflação americana. A queda das commodities também acelerou a valorização do dólar perante as moedas emergentes, tendo em vista que a divisa é a principal moeda utilizada na proteção pelos investidores internacionais. Assim, o dólar fechou o dia vendido a R$ 5,3383, uma alta de 0,22%.

Nos Estados Unidos, as bolsas fecharam em queda, com os índices recuando um pouco após as altas de segunda-feira. O grande impasse do mercado americano está na expectativa da inflação, que cada dia dá sinais divergentes e anima os investidores em um dia e desanima no outro. A notícia positiva para as bolsas foi a queda do rendimento dos treasuries americanos pelo quarto dia seguido. Entretanto, a notícia não foi suficiente para sustentar uma alta do mercado. O índice Dow Jones fechou em queda de 0,24%, o S&P 500 caiu 0,21% e o Nasdaq registrou ligeira baixa de 0,02%.

As bolsas europeias fecharam o pregão sem direção única, com o impasse sobre a inflação no continente tomando conta do pensamento dos investidores. No mercado acionário, as ações de tecnologia fecharam mais um dia em alta, com o setor repercutindo a continuação da política monetária expansionista no continente. Por outro lado, o setor de mineração caiu com a queda do preço do minério de ferro na China. No final das contas, o mercado europeu ficou sem direção definida. No lado negativo, o índice de Londres fechou com queda de 0,31%, Paris caiu 0,28% e Lisboa teve baixa de 0,20%. Já no lado positivo, Frankfurt subiu 0,18%, Milão ganhou 0,01% e Madrid teve alta de 0,03%.

No calendário econômico desta quarta-feira, a agenda no país está esvaziada. Nos Estados Unidos, a divulgação dos estoques de petróleo bruto e discurso de membros do Fed são as principais notícias do dia. Na Europa, a gente também está vazia.

Agora pela manhã, os futuros do mercado americano operam em alta. Destaque para o S&P futuro com alta de 0,35%. Na Europa, as bolsas operam em queda, principalmente com a queda do preço do minério de ferro da China. O índice da bolsa de Madrid cai 0,41%, Frankfurt registra queda de 0,23% e Londres opera em baixa de 0,25%.

Investy Academy
Ler conteúdo completo
Indicados para você