[ editar artigo]

Panorama do Mercado Financeiro - 24 de Março de 2021

Panorama do Mercado Financeiro - 24 de Março de 2021

Bom dia!

 

O Ibovespa fechou o pregão em queda pelo segundo dia seguido. O preço do petróleo no mercado internacional foi o principal motivo para a queda do índice, que chegou a operar no campo positivo durante o dia. Além disso o temor do avanço do coronavírus na Europa e uma possível queda na atividade econômica mundial geram preocupação nos mercados. Com Petrobrás e Vale sendo os principais fatores negativos do dia, o índice fechou a 113.261 pontos, uma queda de 1,49%.

O dólar fechou o dia praticamente estável, após operar em queda durante quase todo o pregão. A instabilidade dos mercados, causada pelo temor de uma terceira onda de coronavírus na Europa. No mercado brasileiro, a repercussão da ata do Copom indicando um novo aumento de 0,75% na próxima reunião mostra que o Banco Central está com a divisa no radar, pois o aumento da taxa de juros do país gera investimentos mais atrativos para o país e, consequentemente, valorização do Real.  O dólar encerrou o dia vendido a R$ 5,516, uma leve queda de 0,04%.

Os mercados americanos fecharam em queda no pregão dessa terça-feira. Os investidores em Nova York estão de olho no impacto do crescimento do coronavírus no continente europeu. A Organização Mundial da Saúde alertou também que o número de mortes voltou a aumentar, após seis semanas em queda. Diante desse cenário, as ações vinculadas aos principais setores impactados pela recuperação econômica (como turismo e energia), caíram e puxaram os índices americanos. O índice Dow Jones fechou com queda de 0,94%, o S&P 500 fechou caindo 0,76% e o Nasdaq finalizou o dia em queda de 1,12%.

As bolsas europeias fecharam sem direção única no pregão, com o coronavírus sendo o principal driver do dia. Especialistas já dão como certa a terceira onda do coronavírus e alguns países, como a Alemanha, já decretaram a extensão do lockdown até dia 18 de abril. Os setores mais impactados com essa notícia são as empresas aéreas e o turismo. Diante desse cenário, o índice de Londres fechou em queda de 0,40%, Paris caiu 0,39%, Milão fechou com baixa de 0,61% e Madrid caindo 0,59%. A única exceção do continente foi a bolsa de Frankfurt, que fechou com leve alta de 0,03%.

No calendário econômico de hoje, não temos notícias relevantes marcadas no país. Nos Estados Unidos, temos uma lista: divulgação do PMI industrial e composto do mês de março, estoques de petróleo bruto, discurso de membros do Fed e o discurso do presidente do Fed, Jerome Powell. Na Europa, a divulgação do PMI industrial e composto da zona do Euro e da Grã-Bretanha, são as principais notícias do dia.

Agora pela manhã, o índice futuro do S&P 500 opera com alta de 0,48%. Na Europa, as bolsas operam no campo negativo, porém próximas da estabilidade. O índice de Londres opera com leve queda de 0,09%, Frankfurt cai 0,30% e Madrid tem queda de 0,02%.

Investy Academy
Ler conteúdo completo
Indicados para você