[ editar artigo]

Panorama do Mercado Financeiro - 20 de Maio de 2021

Panorama do Mercado Financeiro - 20 de Maio de 2021

Bom dia!

O Ibovespa fechou o pregão desta quarta-feira em queda. No cenário interno, os papéis de Vale e Petrobras foram os principais destaques negativos que contribuíram para a queda do índice. O cenário externo também desagradou, com os investidores preocupados com a queda dos preços da commodities e do minério de ferro, além da ata do Fed que manteve o tom de que a inflação é temporária e só irá intervir caso ela permaneça por longo período. O Ibovespa fechou com queda de 0,28%, a 122.636 pontos.

O dólar fechou em alta a quarta-feira, subindo mais de 1% após o fortalecimento do dólar a nível mundial. A divisa se fortaleceu após o comunicado do Banco Central americano mostrar alguns sinais de que a política de estímulos irá diminuir, o que diminuiria a quantidade de dólares na economia e parasse com a desvalorização excessiva da moeda norte-americana. Apesar da fala do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na CPI da Covid, o cenário externo desempenho o maior papel no pregão. O dólar fechou vendido a R$ 5,3167, uma alta de 1,17%.

As bolsas de Wall Street encerraram o pregão em baixa, com a ata do Fed sendo o grande destaque do pregão. A maior preocupado do mercado está clara: a crescente pressão inflacionária que surge com mais força. O Banco Central americano, em sua ata, disse estar ciente da inflação, mas acredita que ela é temporária, por isso só irá intervir se o nível de preços se mantiver alto por um bom período. Com o pessimismo acerca da declaração, o índice Dow Jones caiu 0,48%, o S&P 500 cedeu 0,29% e o Nasdaq desvalorizou 0,03%.

O mercado europeu teve seu pior dia da semana nesta quarta-feira. O principal destaque também foi a ata do Fed e a preocupação dos investidores com o processo inflacionário crescente nos Estados Unidos e na Zona do Euro. O avanço da inflação pode fazer com que o Banco Central Europeu antecipe uma política monetária contracionista e prejudique a retomada da economia. Com isso, o índice da bolsa de Frankfurt caiu 1,77%, Milão cedeu 1,58%, Paris teve queda de 1,43%, Madrid recuou 1,23%, Londres desvalorizou 1,19% e Lisboa teve baixa de 1,11%.

No calendário econômico de hoje, temos a continuação do depoimento do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, como principal destaque em um dia sem indicadores importantes na agenda. Nos Estados Unidos, a divulgação dos números de pedidos iniciais por auxílio-desemprego é o principal evento desta quinta-feira. Na Zona do Euro, o discurso da presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, é o grande destaque no continente.

Agora pela manhã, os futuros americanos operam em queda. O índice S&P 500 futuro registra queda de 0,41%. Na Europa, as bolsas operam sem direção única. A bolsa de Madrid cai no momento 0,44%. No campo positivo, destaque para o índice de Frankfurt, que registra alta de 0,45%.

Investy Academy
Ler conteúdo completo
Indicados para você