[ editar artigo]

Panorama do Mercado Financeiro - 15 de Dezembro de 2020

Panorama do Mercado Financeiro - 15 de Dezembro de 2020


Bom dia!

O Ibovespa encerrou o pregão da segunda-feira em queda, com as preocupações sobre a situação fiscal do país afetando o índice brasileiro. O possível shutdown das contas brasileiras (com a oposição obstruindo a votação da LDO) e a possível continuação do auxílio emergencial em 2021 preocupam os investidores. O Ibovespa fechou com queda de 0,45%, a 114.611 pontos.
Os problemas fiscais também afetaram o dólar nessa segunda-feira. Após passar o pregão e operar quase abaixo dos R$ 5,00, a divisa encerrou o dia em alta, com o perigo fiscal no radar do mercado. O dólar fechou o dia vendido a R$ 5,1228, uma alta de 1,52%.
No mercado americano, os mercados fecharam em queda com as novas restrições devido a segunda onda do coronavírus afetando diretamente os índices. A possibilidade de um novo lockdown geral (principalmente em Nova York) gera insegurança no mercado, apesar do começo da vacinação nos Estados Unidos. Por outro lado, a novela do pacote de estímulos parece ter um final feliz, com a aprovação de um pacote mais modesto antes de 2021. O índice S&P 500 fechou com queda de 0,44%.
As bolsas europeias fecharam sem direção única. A maior possibilidade de um acordo para pós-Brexit fez com que a maioria dos mercados fechassem o pregão no positivo. Destaque para a bolsa alemã, com alta de 0,83%.
No calendário econômico brasileiro de hoje, temos a divulgação da ata do COPOM, divulgando como o Comitê de Política Monetária está vendo o mercado e podendo gerar volatilidade no mercado. Nos Estados Unidos, temos a divulgação do índice de atividade industrial de dezembro como principal notícia do dia. Na Europa, temos mais um pronunciamento do Banco Central Europeu. Além disso, atenção total para a "agenda oculta". Com a atual situação fiscal do país, qualquer comunicado político, seja da Câmara ou do Governo, tem capacidade de gerar fortes movimentos no mercado.
Agora pela manhã, o futuro do S&P 500 opera no campo positivo, repercutindo oficialização das eleições americanas, confirmando a vitória de Joe Biden. O S&P futuro opera com alta de 0,61%. Na Europa, as bolsas operam sem direção única. Destaque positivo para a bolsa alemã, com alta de 0,77%. No campo negativo, destaque para a bolsa de Portugal, com queda de 0,78%.

Investy Academy
Ler conteúdo completo
Indicados para você