[ editar artigo]

Panorama do Mercado Financeiro - 14 de Maio de 2021

Panorama do Mercado Financeiro - 14 de Maio de 2021

Bom dia!

Em um pregão de recuperação, o Ibovespa fechou a sessão desta quinta-feira em alta, acompanhando o movimento de recuperação do mercado americano. Além do bom humor internacional, a divulgação de balanços corporativos positivos de empresas brasileira contribuiu para a recuperação do índice nacional, com destaque para os balanços de Eletrobras e Via, que vieram acima do esperado pelo mercado. Com a retomada do otimismo, o Ibovespa fechou com alta de 0,83%, a 120.705 pontos.

O dólar fechou o pregão em leve alta, após uma sessão bastante volátil. Depois de uma manhã em tendência de queda, a divisa norte-americana tomou a tendência contrária na parte da tarde, com novos dados sobre a inflação nos Estados Unidos pesando sobre a moeda. Apesar do Fed anunciar que não vai aumentar as taxas de juros tão cedo, os investidores acreditam que o banco pode mudar de ideia ao ver a inflação subir acima do esperado. Esse movimento gera a volta da procura por dólares e por títulos públicos do Tesouro americano. O dólar fechou o dia vendido a R$ 5,3136, uma alta de 0,16%.

O mercado americano fechou o pregão em alta nesta quinta-feira, recuperando uma parte das quedas dos últimos três dias, após dados positivos sobre o mercado de trabalho. O lado preocupante continua sendo a escassez na mão de obra nos Estados Unidos, o que pode fazer com que a retomada da economia seja mais demorada. Além disso, a falta de trabalhadores pode também causar uma pressão inflacionária acima da já esperada pelos investidores. No lado positivo, a queda contínua dos novos pedidos de auxílio-desemprego mostra que a atual escassez de mão-de-obra pode ser apenas um movimento temporário. Com isso, o índice Dow Jones fechou com alta de 1,29%, o índice S&P 500 ganhou 1,22% e o Nasdaq registrou alta de 0,72%.

O mercado europeu fechou sem direção única nesta quinta-feira, com algumas bolsas revertendo as fortes quedas da abertura do dia. Os investidores do continente europeu ficaram divididos entre as boas notícias vindas de Wall Street e o mau rendimento dos papéis das empresas mineradores da Zona do Euro. Além das mineradoras, as empresas de setores básicos sofreram quedas no dia. O entendimento dos investidores de que o continente também pode passar por uma pressão inflacionária faz com que o mercado fique mais na defensiva. Em um dia misto, a bolsa de Londres caiu 0,59% e Madri fechou com queda de 0,46%. No lado positivo, Frankfurt subiu 0,33%, Paris registrou alta de 0,14% e Milão ganhou 0,14%.

No calendário econômico desta sexta-feira, não temos notícias relevantes marcadas na agenda do Brasil. Os investidores novamente estarão atentos aos desdobramentos da CPI da Covid como principal evento do dia. Nos Estados Unidos, a divulgação dos números de vendas no varejo e de produção industrial são os indicadores mais importantes do dia. Na Zona do Euro, a declaração de política monetária do Banco Central Europeu é o grande destaque do dia.

Agora pela manhã, o índices futuros americanos operam em alta, com destaque para o Nasdaq futuro que sobe 1,06%. Na Europa, as bolsas operam em alta, mantendo a sequência dos últimos dias. Como destaques, o índice de Madrid opera em alta de 0,86%, Frankfurt sobe 0,71% e Londres registra alta de 0,63%.

Investy Academy
Ler conteúdo completo
Indicados para você