[ editar artigo]

Panorama do Mercado Financeiro - 12 de Maio de 2021

Panorama do Mercado Financeiro - 12 de Maio de 2021

Bom dia!

O Ibovespa fechou a terça-feira em alta, revertendo a queda do começo do pregão e renovando a máxima que não era alcançada desde janeiro. O grande destaque do pregão foi a valorização da Vale, que sobe de maneira consistente com o avanço dos preços do minério de ferro na China. Em um dia político tranquilo e com a ata do Copom divulgada dentro do esperado, os investidores se voltaram ao mercado interno e foram às compras. Com isso, o índice fechou com alta de 0,87%, a 122.964 pontos.

O dólar fechou o pregão em queda, após um dia de grande volatilidade, à espera dos dados americanos sobre inflação, que saem nesta quarta-feira. No cenário doméstico, o IPCA demonstrou uma leve desaceleração e a ata do Copom ficou dentro do que os investidores esperavam. Assim, o dólar manteve força para continuar o movimento atual das últimas semanas de queda e fechou vendido a R$ 5,2241, uma queda de 0,17%.

Os mercados americanos fecharam em queda nesta terça-feira com o temor da escassez de mão-de-obra no mercado americano pesando forte sobre os índices de Wall Street. O problema da mão-de-obra aparece agora como grande empecilho para o crescimento mais rápido da economia, pois pode gerar uma pressão inflacionária acima da já esperada pelos investidores. Os dados econômicos sobre emprego divulgados nesta terça mostraram uma alta na criação de empregos recorde no mês de março, o problema está no lado da oferta, com pouca mão-de-obra a procura de emprego. Com essa preocupação tomando conta do mercado, o índice Dow Jones caiu 1,36%, o S&P 500 fechou com queda de 0,87% e o Nasdaq perdeu 0,09%.

As bolsas europeias acompanharam o movimento de Nova York e fecharam em queda. Os setores de varejo, tecnologia e turismo foram os principais destaques negativos do dia, com os investidores também repercutindo de forma direta o aumento da pressão inflacionária nos Estados Unidos e a falta de mão-de-obra no país norte-americano. No dia, o índice de Londres fechou com forte queda de 2,47%, Frankfurt caiu 1,82%, Paris teve queda de 1,86%, Milão perdeu 1,64%, Madrid registrou desvalorização de 1,72% e Lisboa perdeu 1,82%.

No calendário econômico de hoje, não temos notícias relevantes marcadas no Brasil. Entretanto, em um cenário tranquilo de notícias, a CPI da Covid pode causar grande impacto e gerar volatilidade no mercado brasileiro. Nos Estados Unidos, temos a divulgação do IPC americano, os estoques de petróleo bruto, e diversos discursos de membros do FOMC como principais notícias do dia. No continente europeu, a divulgação do IPC alemão, do PIB do Reino Unido e da produção industrial mensal da Zona do Euro são os grandes destaques da agenda desta quarta-feira.

Agora pela manhã, o índice futuro do S&P 500 opera em queda de 0,36%. Na Europa, os índices sobem. Como destaques, a bolsa de Frankfurt opera com alta de 0,35%, Londres tem alta de 0,55% e Lisboa registra alta de 0,67%.

Investy Academy
Ler conteúdo completo
Indicados para você